Passamos a vida a queixar-nos que estamos fartos, que precisamos de mudanças, que nada de novo acontece que nos entusiasme ou que volte a dar paixão às nossas vidas. Se somos espíritos mais inquietos e atormentados, tentamos ir à procura do que nos falta ou, pelo contrário, caímos em apatia e depressão. Se somos seres mais resignados, esperamos mesmo que nada de extraordinário se passe para que não sejamos obrigados a mexer-nos e a sair da nossa zona de conforto.

Morrer por dentro, ter um olhar vazio e um comportamento mecânico é do mais triste que podemos querer para as nossas vidas. Devemos tentar mudar, voltar a sorrir e fazermos algo que nos entusiasme e faça sentir vivos. Mas se queres diferente… faz diferente!

Não podes estar à espera de outros resultados se nada mudaste na tua vida, no teu dia-a-dia, na tua maneira de pensar e de agir.

Reflecte naquilo que gostarias de mudar na tua vida. O que tens feito para isso? Estás à espera da mudança, mas continuas a agir da velha forma? Então não esperes nada de novo porque não há nada para cair do céu. Se queres mesmo mudar (e é ok se não quiseres), ousa fazer diferente. Começa por onde te pareça menos doloroso e vai. Segue, caminha, pede ajuda se precisares e não desistas. As portas vão-se abrindo na tua caminhada e vais saber por onde seguir (mesmo que às vezes saibas através da contrariedade, do obstáculo).

Leave a comment