Hoje convido-a a reflectir sobre a prosperidade na sua vida. Considera-se uma pessoa próspera? Em que áreas de vida sente que tem prosperidade e, pelo contrário, em que áreas sente que podia ser mais próspera, mas não sabe como?

No desenvolvimento pessoal, passamos o tempo a ouvir dizer que o Universo é abundante, que tudo existe em quantidade suficiente para toda a gente, que se nos focarmos vamos conseguir magnetizar o que queremos. No entanto, fazemos todos os exercícios, a vida vai passando e parece que nada muda. O que existe dentro de mim que me impede de prosperar? Qual é a minha história familiar e as crenças associadas ao “ser próspero”?

Prosperidade não é apenas ter dinheiro. Há pessoas com dinheiro que não são nada prósperas em atitude de vida. Mas talvez confiem nelas próprias e se valorizem. Também há pessoas muito prósperas interiormente, que não são ricas. E também há pessoas muito prósperas nos diversos níveis. Ou seja, há de tudo um pouco e eu posso fazer parte de qualquer um destes grupos. Posso-me perguntar hoje: em que áreas da minha vida sinto que não estou a prosperar? Quais são as crenças familiares associadas a isso? O que me cabe a mim fazer para mudar o chipe ter uma mente próspera? Vou-me sentir próspera nos próximos dias (SENTIR significa chegar ao ponto de ter formigueiros no corpo com essa imagem) e não esperar resultados. Permito-me ver o que acontece. Boas descobertas!

Leave a comment